Operacionalização

Uma palestra de apresentação das bases do Yoga e suas finalidades para despertar a curiosidade dos adolescentes e dirimir quaisquer dúvidas a respeito do tema.

Ciclo de palestras teórico-práticas para familiarização dos futuros praticantes com o tema e alertas sobre os riscos de uma prática mal conduzida (quatro a cinco encontros).

Aulas práticas com uma hora de duração, inicialmente duas vezes por semana, dadas por instrutores previamente treinados pelo orientador responsável pelo projeto.
Palestras periódicas a cada três ou quatro meses para reforço de conceitos utilizados na prática e esclarecimentos de dúvidas de antigos e novos praticantes.

Como extensão do projeto básico, ofereceremos possibilidade de práticas de Yoga aos funcionários da regional, por entender que o Yoga, como técnica eficiente para o desenvolvimento dos potenciais humanos, pode beneficiar tanto o grupo de adolescentes como o de funcionários, permitindo uma melhor integração dos grupos.

Estão sendo também formadas parcerias com empresas privadas com o intuito de oferecermos aos adolescentes, bolsas de estágios profissionalizantes em várias áreas, com possibilidade de efetivação, no momento do cumprimento de suas medidas sócio-educativas e saída da instituição. Temos parceria também com academias de Yoga que oferecem bolsas aos adolescentes que voltam à liberdade depois de cumprirem seu período de internação.

RECURSOS MATERIAIS
* Materiais necessários para a realização do projeto

·  Espaço silencioso e arejado
·  Placas de EVA 10mm ou colchonetes
.  Projetor de multimídia para o curso teórico prático.

* materiais já existentes
. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .



RECURSOS HUMANOS
Profissionais necessários para realização do projeto:

· Professores de Yoga voluntários habilitados e treinados especificamente para esse projeto.
· Agente de apoio técnico (da Fundação CASA).
. Psicólogos para aplicação de questionários, formação de grupos de apoio aos adolescentes que saem da fundação, realização de psicodiagnósticos para avaliar se esses indivíduos estão mesmos aptos a reinserção social sem riscos para seu ambiente de trabalho ou estudo
. Empresários que se ofereçam a prestar seus serviços em prol do desenvolvimento  da população de adolescentes internos, oferecendo inclusive bolsas de estágios em várias áreas profissionais, para os alunos que, completando seu tempo de permanência na Fundação CASA, após uma avaliação psicológica, estiverem aptos à integração profissional.
. Advogados que possam dar amparo jurídico a possíveis problemas legais do projeto ou dos adolescentes inseridos nele.
. Pessoas sem uma formação específica mas com muito boa vontade e tempo disponível que possam fazer alguns contatos telefônicos com meninos recém libertados para algum direcionamento e orientação de coisas básicas como tirar um documento ou como se apresentar numa entrevista de trabalho.
. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .


RECURSOS FINANCEIROS
.  Sem custos
.  Serviço 100% voluntário

Perguntas Frequentes
Projetos como este podem gerar muitas dúvidas. Confira algumas respostas às questões mais comuns
> Informe-se

Como Ajudar
Existem muitas formas de ajudar. Saiba como pequenas iniciativas podem gerar grandes resultados.
> Saiba mais

Depoimentos
Um pouco das opiniões e experiências vividas por quem faz parte do projeto.
> Confira